vinho tinto

Diconário do Vinho 

Consulte aqui os principais termos utilizados no mundo do vinho. 

a

Ácido cítrico, tartárico e málico: trio de ácidos encontrados em vinhos de origem orgânica, provenientes da própria uva.

 

Ácido láctico, succinico, acético: trio de ácidos encontrados em vinhos originados a partir da fermentação do acúçar da uva. 

Assemblage: vinho feito a partir de diferentes cortes de uvas e/ou vinhedos e/ou técnicas. 

Antranilato de metila: composto químico, presente em uvas não viníferas, que possui aroma de suco de uva. Se vinificado erroneamente pode tornar-se tóxico em formato de metanol.

Autólise: processo que acontece na elaboração de espumantes, ou seja, para que o vinho ganhe as famosas borbulhas. Para que isso ocorra, o espumante deve passar por dois processos de fermentação: a primeira forma o vinho base, o vin de cuvée, e na segunda é onde ele ganha espuma (prise de mousse). Na segunda fermentação, ocorre uma reação química de transformação dos açúcares da uva em álcool. Um dos produtos dessa reação é o gás carbônico, que dissolve-se no líquido e só é liberado quando a garrafa é aberta. A autólise ocorre quando as células das leveduras que estão em contato com o vinho na segunda fermenteção, se rompem e essas susbstâncias , em contato com o vinho, enriquecem a bebida, em sabor, textura, complexidade.

b

Balseiros: tonéis de carvalho que comportam até 2000kg de uva. 

 

Barolo: vinho de origem italiana (Piemonte), feito da varietal Nebbiolo.

Batonage: processo feito durante o período da vinificação. Nada mais é do que a agitação da levedura, feita para incorporar borras finas ao vinho; Isso aumenta a compelxidade e confere maior voulume de boca posteriormente ao produto final.

Botrytis: doença que se instala na uva após amadurecimento. Este fungo reduz o teor de água fazendo com que a acidez e o açúcar fiquem mais concentrados, e essas uvas sao usadas para produção de vinhos doces.

c

Cabernet Sauvignon: uva tinta de origem francesa, emblemática da região de Bordeaux.

Cabernet Franc: uva tinta de origem francesa, típica da região do Vale do Loire.

Chaptalização: processo na vinificação de vinhos que consiste na adição de açúcar de cana, ou açúcar de outra origem, ao mosto, com o objetivo de aumentar a graduação alcóolica do vinho. Termo cunhado em homenagem ao químico francês, pioneiro nesta prática. Seu nome era Chaptal. Este é um processo de correção possível ao vinho, feito ainda no mosto, antes da fermentação do mesmo.

d

Degourgement: processo de degola, remoção dos sedimentos de um espumante.

e

Enólogo: profissional responsável pela elaboração do vinho, desde o plantio até a vinificação. 

f

Fermentação

g

Gaiola: grade de arame que auxilia na retenção da rolha junto à garrafa de espumantes, como intuito de que a mesma não estoure por conta da pressão interna do gás carbônico.

Garrafas de vinho: existem diversos tipos de garrafas para diversos tipos de vinhos. A constar as principais: Garrafa Borgonha (típica de Chardonnays e Pinot Noirs), Garrafa Bordeaux ou Standard (a mais típica das garrafas para tintos e brancos), Garrafa de Champagne.

h

Harmonização: arte de combinar vinhos com comidas, com o objetivo de usufruir ambos da melhor forma possível, extraindo ao máximo suas qualidades.

i

j

Jovem: vinho que não precisa de guarda para ser tomado, é melhor ser apreciado o quanto antes mediante sua comercialização. São mais frescos, menos complexos. Normalmente não passam por envelhecimento em barrica, o que os torna mais frutados, frescos e leves.

l

Leveduras: agentes da fermentação alcóolica. Fungos unicelulares.

m

Maceração: técnica utilizada na produção dos vinhos tintos que consiste no contato do mosto com as cascas das uvas para extrair substâncias fundamentais para o vinho como a cor, os aromas e também os taninos.

Millésime: Champagne feito com uma única safra, também conehcido como Vintage.

Mosto: maeia pima da emencao. No caso do inho anco, apenas o suco da ua, sem cascas. Depois de prensadas, soa-se o mosto. 

 

Mostot flfor, mosto de 1a de 2a e de 3a pensaem. Qo mais pensado, pio o inho, pois pode pressiona a casca e da amao, po exempo.

n

Nebbiolo: uva italiana, com origem em Piemonte, norte da Itália. Produz o famoso vinho Barolo e Barbaresco.

Non Vintage: termo encontrado em rótulos de Champagnes, que se refere às garrafas não safradas, ou seja, feitas a partir de mistura de safras distintas.

o

p

Passitotécnica italiana de deixar as uvas secarem durante meses após a colheita antes de fazer o vinho. Vinhos chamados passito. 

Podridão nobre: ver botrytis

Primitivo: Uva de origem italiana. Sinônimo da uva Zinfandel.

Prise de mousse: termo francês que se refere à técnica de produção de espumantes, feita para "captar a espuma", que acontece na segunda fermentação, que acontece dentro da própria garrafa.

q

r

Recioto: ver passito

Remuage: processo manual de girar as garrafas de espumantes em prol de concentrar os sedimentos no gargalo da garrafa para futura expedição.

Riesling: uva branca

s

Sommelier: profissional que estuda o vinho a fim de trabalhar com a seleção dos melhores produtos para um determinado fim: adega, restaurante, mercados etc. Existem sommeliers de vinhos, assim como de outros produtos, como água, charutos, etc.

Sur lattes: posição como são armazenadas as garrafas de espumantes enquanto descansam.

Sur lie: termo francês que se refere ao vinho que fica em contato com as leveduras, mesmo que elas já estejam em processo de autólise.

Syrah: também conhecido como Shiraz, uva tinta de origem francesa, emblemática do Vale do Rhône.

t

Tamponar: gás carbônico ou nitrogênio usado para preencher espaços vazios nos tonéis de vinhos. Técnica feita para evitar que ali se instale oxigênio e assim ocorra a oxidação do vinho.

Terroir: se refere a influência do solo e do clima como fatores determinantes nas características do vinho. 

u

Ullage: aquele espaço vazio dentro da sua garrafa, entre o vinho e a rolha. Este é um espaço de segurança sempre presente dentro das garrafas, considerando que o vinho pode expandir, se submetido à condições climáticas que alterem seu estado físico.

v

Varietal: vinho feito a partir de apenas um tipo de uva.

Vin de Cuvée: vinho de base para espumantes, o qual irá receber as leveduras em garrafa para segunda fermentação.

Vinho Âmbar: ver vinho laranja

Vinho Fortificado: vinhos com 15% de álcool ou mais, usualmente feitos com a adicicao de uma aguardente, de uva ou outro. Podem ser fortificados para viajar bem (origem do vinho do porto) onde adicionavase conhaque ao vinho em fermentação na barrica para interromper o processo - as leveduras nao conseguem sobreviver quando o teor de álcool e muito alto. Assim o vinho tornou-se alcoólico e doce. 

Vinho Laranja: vinho branco feito com técnicas de vinhos tintos, onde a casca da uva fica em contato com o mosto (suco) para que ali seja passada cor ao vinho.

Vinho Passito: vinho feito a partir de uvas passas. Uvas que foram colhidas, secadas com calor natral e só depois, vinificadas. 

Vintage: termo inglês que se refere à safra. Um Champagne Vintage, por exemplo, indica que ele foi produzido com uvas de apenas UMA safra.

x

Xilema: sistema de vasos internos das videiras, responsáveis pelo transporte da água, nutrientes e minerais da raíz até a planta.

z

Zinfandel: ver Primitivo

Fernanda Bechtold

Sommèliere ABS-SC/SP

Embaixadora da Marca

autora

Da Vinícola

Amante de vinho?

Inscreva-se para não perder nenhuma novidade

ola@davinicola.com.br

(47) 99690 1791

PROIBIDA A VENDA DE BEBIDAS ALCÓOLICAS PARA MENORES DE 18 ANOS

É proibida a venda, consumo ou fornecimento de bebidas alcóolicas para menores de 18 anos, conforme previsto na Lei Federal 8.069 de 13 de julho de 1990.

Da Vinícola Comércio de Bebidas Ltda 

Rua 12 de Outubro, 45, B. Eugênio Schneider, Rio do Sul/SC 89160-054 l CNPJ: 35.446.522/0001-04 l Entrega entre 3 e 7 dias úteis