• Da Vinícola

Harmonizando Queijos & Vinhos com rótulos Leone di Venezia


Nada como combinar produtos que por si só tem aspectos comum em seu processo de produção: queijos e vinhos!

Ambos são alimentos seculares, datam mais de 4.000 anos de existência.

Ambos trazem seu terroir como identidade e personalidade para seu sabor.

Ambos passam por processos de maturação ou envelhecimento para lhes conferir mais complexidade e intensidade.

Ambos são altamente dependentes de uma ótima matéria-prima para se obter um ótimo produto final.


Além dos aspectos em comum na sua história e produção, queijos e vinhos ainda combinam, e muito, no quesito harmonização. A Da Vinícola preparou este post especial para guiar o acompanhamento ideal de vinho para sua tábua de queijos. Confira!



Harmonizando queijos e vinhos: por tipo de queijo


Vamos às famílias clássicas de queijos e suas associações possíveis com vinhos da nossa adega.


Queijos Frescos


Entram nesta lista queijos que vão para o mercado frescos, sem passar por nenhum processo de maturação. Por isso são mais úmidos e evidenciam mais os aromas e sabores primários, os da máteria-prima de base, o leite.

Os queijos frescos mais conhecidos são: mozzarela, no Brasil, Queijo Minas Frescal, feta, mascarpone, ricota.



Dica da Sommelier para harmonizar queijos frescos e vinho


"Aqui buscamos um vinho branco ou rosé leve, ou mesmo um espumante, porém lembre-se que a acidez deve ser elevada, bem acentuada, para equilibrar com a acidez também marcante de um queijo fresco. Vamos optar por um rótulo refrescante, pois os sabores deste queijo pedem frescor, não complexidade."


SUGESTÃO DA VINÍCOLA:

VINHO ROSÉ ROSATO LEONE DI VENEZIA

100% Sangiovese



Queijos Moles ou Delicados


Grandes clássicos da culinária francesa porém frequentes nos hábitos dos brasileiros apreciadores de queijos. Aqui, o queijo passa por processo de fermentação com ajuda de fungos. Possuem normalmente uma casa branca e aveludada, que foi "mofada" por fungos, o que denota muito sabor ao queijo. Alguns exemplares desta família são o brie e o camembert.



Dica da Sommelier para harmonizar queijos delicados e vinho


"Aqui vale ressaltar que estamos harmonizando tanto o queijo numa tábua (solo) ou pratos que levam este queijo no molho ou como destaque! O amadurecimento com fungos trazem toques rústicos, como de cogumelos, ao queijo, que vão fazer ótimo par com brancos mais encorpados, como um belo Gewürtztraminer."


SUGESTÃO DA VINÍCOLA:

VINHO GEWURZTRAMINER LEONE DI VENEZIA

100% Gewurztraminer



Queijos Duros ou Firmes


Favoritos de todo lar, estes queijos estão nas nossas vidas desde muito cedo - aquele bloco de queijo que usamos para ralar sobre a macarronada? Queijo duro! Estes queijos passam por maturação, onde adquirem sabores e aromas mais intensos e complexos. Este é o processo de envelhecimento do queijo, uma transformação que trará à tona sua identidade. Entram nesta lisata o parmesão e o grana padano.