• Da Vinícola

Triunvirato: nosso trio de ases italianos

Atualizado: 12 de Out de 2020


A Da Vinícola lançou em Abril de 2020 uma caixa de 3 vinhos catarinenses com base de uvas italianas, sendo elas a Sangiovese, o Teróldego e a Nebbiolo. A este combo demos o nome de TRIUNVIRATO, título que remete aos 3 grandes imperadores romanos que dividiram o poder durante um certo tempo. Aqui na nossa adega, estes são nossos italianos de peso que convidamos a você, apreciador de vinho, a conhecer melhor. Conheça a história por trás de cada garrafa e boa degustação!


Sobre a Vinícola



Os produtores e sócios da Vinícola San Michele são de origem italiana, mais precisamente da quarta geração de trentinos que se instalaram em Santa Catarina, que vieram 1875. A primeira língua de ambos foi o dialeto de Trento, este foi o idioma de infância. Ou seja, o sangue italiano mostrou sua força desde cedo.




Um dos sócios e enólogo responsável pela produção dos vinhos é formado em Contabilidade. Porém, descontente na profissão, aproveitava as folgas do trabalho para repensar sua carreira. Acabou optando por uma segunda formação, Ciências Agrícolas. Nessa época surgiu a oportunidade para uma bolsa de estudos na Itália. O ano era 1988, e os sócios embarcaram para a região do Trento, ao Instituto Agrário de San Michele, uma escola de zootecnia e enologia, sem saber o que o futuro os reservava. Ao final de 1990 o curso acabou e retornaram à cidade natal de Rodeio, com o compromisso moral de entregar algo concreto para a cidade. Com a ajuda da província de Trento, conseguiram executar a ideia da construção de uma vinícola, a San Michele, em homenagem ao Instituto que os formou. Em 1991, adquiriram as primeiras mudas italianas e as trouxeram ao Brasil e desde então iniciou-se o trabalho de vinificação.


A origem do TRIUNVIRATO: Conhecendo os poderosos italianos


Estes vinhos fazem parte da linha de produção artesanal da Vinícola San Michele.

Isso significa que, os vinhos de "piccole produzzione" passam por um processo manual e minucioso de trabalho, com produção limitada. Esta linha de capricho teve início nos anos 2000, e todos os três rótulos desta caixa são caracterizados como vinhos de produção artesanal.



TRIDENTUM:

Foi lançado em 2007 para comemorar os 15 anos da vinícola. Inspirado na região trentina, este vinho presta homenagem ao vinificar a rainha das uvas desta região, a uva Teróldego. A ideia dos produtores foi lançar um grande vinho varietal, ou seja, apenas com a Teróldego, e transformá-la num belo vinho, fora de seu berço trentino. E esta missão foi cumprida e pode ser degustada nesta caixa exclusiva da DV.




MASO ALTO: Com o nome Maso Alto, este vinho é elaborado a partir da uva Sangiovese, uma das uvas mais vinificadas da Itália e reconhecidas mundialmente. Porém, como você já deve saber, este é um vinho de corte, ou seja, não é um vinho de uma varietal só, ele é composto de uma mistura de várias uvas. E isso se deu, pois não havia muita produção de Sangiovese disponível então, os produtores se inspiraram nos “super toscanos” para

lançar um vinho de corte, juntando a Sangiovese à Cabernet Sauvignon e à Merlot.


O resultado está surpreendente! Este vinho agrada uma faixa etária bastante variada, além de conhecedores de vinhos, que se encantam com a qualidade do corte elaborado pelos enólogos responsáveis. Aliás, este corte, ou assemblage, está guardado a sete chaves, então o que nos resta é degustá-lo!



BARONE: O Barone é vinho mais celebrado da vinícola. Sua fama se iniciou por ser o primeiro vinho 100% Nebbiolo vinificado no Brasil. Mas isso sozinho não sustentaria a fama. Foi sua participação em degustações e premiações que coroaram sua qualidade e abriram as fronteiras para o reconhecimento da vinícola.

Se você ficou curioso para conhecer mais deste rótulo, confira o post dedicado todinho a ele: https://www.davinicola.com.br/post/vinho-barone











72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo