• Da Vinícola

Vinho laranja: o que é e alguns vinhos laranjas nacionais

Nessa semana vamos apresentar uma categoria de vinhos relativamente "nova" na boca do povo porém muito antiga na sua concepção e método.


Quando falamos de vinho laranja estamos falando de um vinho feito a partir de castas BRANCAS. O que os diferencia dos brancos é seu método de vinificação: as uvas são fermentadas com suas cascas (ao contrário dos vinhos brancos, dos quais se retira as cascas antes da maceração) . Desse modo são vinificados como se fossem tintos. Isso acaba resultando num vinho que ganha mais cor, corpo, textura mais rugosa e taninos. Por isso podem ser chamados de vinhos mais densos, encorpados ou viscosos.


Quais castas podem fazer um vinho laranja?

Inúmeras! Todas as brancas podem produzir vinhos laranjas.


Qual origem do vinho laranja?

Acredite se quiser, apesar do método ser milenar, o termo "laranja" ou o oficial "âmbar" só entrou em pauta oficialmente em 2004 pelos ingleses, porém esta técnica ancestral reapareceu graças a um enólogo da Georgia, e data de mais de 8.000 anos !


Qual método tradicional para se elaborar um vinho laranja?

Primeiro passo é colher as uvas num estado específico da sua maturação, diferente do que se fossem fazer vinhos brancos. Uma vez colhidas, as uvas são colocadas inteiras em ânforas - aqueles vasos antigos, de forma geralmente ovóide e possuidoras de duas alças. Dali, são enterradas sob a terra para que fiquem em temperatura mais baixa. Este período de maceração portanto, é mais longo, pois a temperatura está mais baixa. Pode levar semanas mas normalmente leva meses! Após a maceração extraí-se o líquido e descarta-se os sedimento. Uma das características típicas deste vinho, que também serve para descrever vinhos mais naturais, e menos intervencionistas, é o fato de que a fermentação é feita por leveduras selvagens. Também adiciona-se um pouco de enxofre, elemento adicionado cuidadosamente para inibição da proliferação das leveduras.


Vinhos Laranjas Nacionais

Vamos falar de vinhos laranjas no Brasil? Bom, sua prática é recente e a primeira vinícola brasileira a experimentar com este método foi a gaúcha Era dos Ventos, que trabalhar o vinho laranja a partir de castas italianas, como a Peverella e a Trebbiano.


O Sul do país se destaca na produção deste estilo de vinho em território nacional. Em Santa Catarina, os destaques são os, também produzidos com castas italianas, Oro Vecchio (Leone di Venezia) e Arancione (Villaggio Conti), ambos disponíveis na adega virtual da Da Vinícola.














Além destes, destaca-se o Selvaggio D'Manny da Vinícola Villaggio Bassetti, produzido a partir da casta Sauvignon Blanc (disponível a partir de Março de 2021).


Comprei um vinho laranja, e agora, o que esperar? E como harmonizar o vinho laranja?

No Visual, espere um vinho que pode variar entre tonalidades claras e escuras, do palha, dourado, alaranjado, ocre e âmbar. No nariz, surpreenda-se com um vinho extremamente aromático. Aromas florais, como flor de laranjeira e notas de frutas que remetem à casta utlizada na produção, assim como frutas secas, amêndoas, toques minerais. A acidez deste vinho tende a ser elevada, o que vai de encontro com a natureza das castas brancas.


A harmonização dele é muio variada! Carnes, brancas e vermelhas, queijos, e pratos untuosos são bem-vindos. Dicas práticas de pratos que harmonizam bem: costelinha de porco ao molho, moquecas, comidas picantes e massa com molhos cremosos.


Sirva este vinho em temperatura fresca, entre 8-10 graus.


Sobre o Vinho Laranja Arancione


Arancione em italiano significa Laranja. Aqui, a proposta é clara e a origem das cepas também: Ribolla Gialla, Grechetto, Vermentino e Malvasia. Todas plantadas em solos de altitude catarinense.


Vinho versátil, com corpo e peso notáveis.


Seu processo de vinificação conta com maceração de 90 duas das uvas com a casca. Ele não estagia em barricas porém denota uma complexidade ímpar.



Sobre o Vinho Laranja Oro Vecchio



Rótulo catarina também elaborado a partir de castas brancas italianas, cultivadas a 1.280m de altitude. Sua fermentação se deu durante 12 dias, depois o vinho permaneceu mais 60 dias junto às cascas e leveduras, e retiradas periódicas dos sedimentos. Este processo diferenciado de fermentação e permanência dos vinhos com as cascas, permitiu extração mais significativa dos aromas, sabores e taninos. Tampouco estagio em barricas de carvalho, porém considera-se apto para guarda até 2025 (safra 2019).

Da Vinícola

Amante de vinho?

Inscreva-se para não perder nenhuma novidade

ola@davinicola.com.br

(47) 99690 1791

PROIBIDA A VENDA DE BEBIDAS ALCÓOLICAS PARA MENORES DE 18 ANOS

É proibida a venda, consumo ou fornecimento de bebidas alcóolicas para menores de 18 anos, conforme previsto na Lei Federal 8.069 de 13 de julho de 1990.

Da Vinícola Comércio de Bebidas Ltda 

Rua 12 de Outubro, 45, B. Eugênio Schneider, Rio do Sul/SC 89160-054 l CNPJ: 35.446.522/0001-04 l Entrega entre 3 e 7 dias úteis