Grapes_edited.jpg

Da casca das uvas, os polifenóis dão cor e estrutura aos vinhos. É também o que marca a principal diferença entre tintos e brancos.

Os taninos também são exclusivos dos tintos, e é graças a eles que podemos degustar vinhos de 10 ou 20 anos em perfeito estado, embora com toque de evolução.

 

Vinhos menos estruturados aguentarão maturação mais curtas, enquanto vinhos densos e encorpados permitirão longos envehecimentos, tanto no tonel quanto na garrafa. Um vinho tinto pode ser monovarietal ou de corte, ou seja, feito apenas com uma casta ou com a mistura de várias. 

Brinde conosco esta bela bebida com nossa seleção Da Vinícola. 

TINTOS